terça-feira, 4 de outubro de 2011

Vaticano - Perseverança para conseguir visitar as Necrópolis do Vaticano

Ohhhh, Bom Deus! Este foi um dos lugares mais incríveis que já fui na vida! Uma experiência ÚNICA, não somente para quem é católico, mas para quem é cristão, gosta de arqueologia, história, arquitetura e religião!

Descobri este incrível passeio consultando os relatos dos viajantes do mochileiros.com.br. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a Necrópolis não é a tumba dos Papas! A Necropólis (Cidade dos Mortos), também conhecida como Scavi encontra-se entre 5 e 12 metros abaixo da Basílica de São Pedro. É lá que está o túmulo original de São Pedro. Estas escavações arqueológicas foram feitas entre os anos 1940-1949, a pedido do Papa Pio XI, que desejava ser enterrado o mais próximo possível do apóstolo.


A escavação foi feita em segredo durante a II Guerra Mundial, pois receava-se que, se Hitler descobrisse, iria se interessar pelo sitio arqueológico. Para que Hitler não descobrisse, somente 4 homens escavaram, no período da noite, durante 10 anos!!! Finalmente, conseguiram descobrir o túmulo original de São Pedro , onde foram encontrados restos mortais de um homem com cerca de setenta anos, com marcas de crucificação nos pés (São Pedro foi crucificado de cabeça para baixo) e que fora enterrado no altar principal de uma igreja (uma indicação de sua relevância). Após estudos científicos e religiosos, o vaticano anunciou, em 1968, que os restos mortais seriam de São Pedro.

A maioria dos turistas visita os níveis II e III quando vai ao Vaticano. É no nível I que está esse tesouro escondido da história... E conseguir visitá-lo não é fácil.


O pessoal do site dos mochileiros, que teve oportunidade de ir, engrandecia o passeio, colocando-o como uma oportunidade única, um passeio fantástico, inclusive para quem não é religioso. Foram tão enfáticos ao dizer que era imperdível, que me entusiasmei imediatamente. Só tinha um pequeno detalhe: todos diziam que era muito difícil conseguir ser aceito para visitar o local e que devia pedir com antecedência e demonstrar interesse, porque eles negavam milhares de pessoas. Desafio interessante a ser vencido, hein???



Com alguma dificuldade, consegui achar as informações sobre como solicitar a autorização para a visita no site do vaticano.

Faltando três meses para a viagem, enviei um e-mail formal para o escritório das escavações, com os dados solicitados:

Número e nomes dos passageiros, datas possíveis, idioma, e-mail e endereço.

Você passa por e-mail os seus dias disponíveis. Eles marcam o dia e a hora, de acordo com as possibilidades. Os grupos para a visita são de apenas 12 pessoas e são acompanhados por um padre ou seminarista.

Horas depois recebi a resposta: minha solicitação de visita foi negada!!!!!!!! Disseram que não tinham mais vagas para a data.

Fiquei chocada. No dia seguinte, acordei e pensei: não é possível, três meses de antecedência, eles têm vagas, sim; devem deixar algumas reservadas para padres, etc. Vou tentar novamente, sem formalidades e com aquele jeitinho de brasileira que não desiste nunca.

E assim fiz. Enviei um e-mail desapontado, insistente, passional, demonstrando que aquela visita para nós seria uma oportunidade única! Meia hora se passou e chegou a resposta:

“A visita que a senhora solicitou foi autorizada.”

Uhuuuuu! A arte de perseverar e não desistir diante do primeiro não!

O e-mail resposta tinha uma lista enorme de procedimentos, inclusive para pagamento (12 euros por pessoa, sem direito a remarcações ou reembolso).

Rigor com horário e vestuário: mulheres com saia abaixo do joelho ou calça, ombros cobertos. Homens de calça. Não é permitido fotos. As mesmas deverão ser guardadas no escritório do Ufficio Scavi. Não são aceitos visitantes que tenham menos do que quinze anos de idade.


Um recibo é enviado por e-mail após confirmação de pagamento:









Chegamos na Praça de São Pedro às 13:20 h. A visita era às 13:45 h e era preciso chegar 10 minutos antes. Achei que tínhamos tempo para encontrar o escritório de escavação. Mas, a praça é ENORME,  tem dezenas de coisas do lado esquerdo da colunata e aí, como achar? Saímos andando rápido, o tempo passando e eu comecei a rezar para encontrar o lugar. Faltando cinco minutos para a hora de nos apresentarmos, cheguei junto a um guarda, que estava próximo a um detector de metais, e perguntei onde era o escritório de escavação. Ele respondeu calmamente: "Aqui."

Levantei as mãos para o céu e disse: "Graças a Deus!"

Uma senhora americana que também esperava para entrar, riu.

Ficamos esperando, pois o guarda só deixou entrar no exato minuto e segundo da hora combinada!




Entramos e a orientação era pedirmos informações sobre o resto do caminho com os guardas suíços.


Depois andar, andar, andar...




E então... Chegamos!!!




Troca de voucher por bilhete:



O grupo é de 12 pessoas, mas, um pessoal dos EUA chegou somente com quatro pessoas (e eles reservaram seis lugares). O funcionário do escritório ficou bravo porque eles não avisaram que as duas pessoas não iriam, afinal, muita gente quer ir e não consegue.

A partir daí, seguimos o guia o tempo todo. Ele avisa no início: não tirem fotos, não filmem, não toquem em nada e não andem por aí!!! Fala bem sério.

E aí, pessoal o resto é só vindo pessoalmente. Duas dicas:

1- Para valer a pena, o inglês tem de estar afiado. Ele fala muito rápido porque o conteúdo é muito para falar durante o tempo de visita.

2 - Claustrofóbico, NÃO VÁ!!!  Subsolo total, túneis estreitos, ar reduzido, ambiente abafado

MAS, GARANTO: Vale muito a pena!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


9 comentários:

Fabiane Teixeira disse...

Estou muito ansiosa por esta visita.... meu coraçao até acelerou quando vi este post...
Até que tive sorte (graças a Deus). Mandei a solicitaçao na tarde de um dia, e no outro (de madrugada aqui), que deve ser bem cedinho aí, ja me deram a confirmaçao! Enviei a confirmaçao e segundos depois recebi o recibo....
Ufa!
Contando os segundos!!!!!!!
Obs: roupas lindas!!!!

Carol disse...

Tambem vi essa dica nos mochileiros, e quando pesquisei no google pra me informar melhor achei o seu blogger! Sou católica, vou com meus pais e gostaria muito de conhecer também! Mas fiquei comuna duvida, você mandou umemail em que língua? Inglês?

obrigada!!

Kathleen Macedo disse...

Mandei o e-mail em inglês, Carol.

Boa sorte e excelente viagem!

Carol Calauti disse...

Kathleen preciso da sua ajuda!!!

Minha história é muito parecida com a sua e com a da Carol (chará).
Vi o posto nos mochileiros e me animei demais.
Acontece que além de não dominar nenhum outro idioma além do Português, eu sou uma negação em internet.
Você saberia me orientar de como faço pra encontrar esse e-mail e o que exatamente eu tenho que escrever nele.

Ah, meu roteiro será Roma (9/10 a 16/10), Paris (16/10 a 24/10) e Barcelona (de 24/10 a 29/10).
Você teria sugestões para esses lugares tbm?

Conto com a sua ajuda para fazer da minha viagem inesquecível.
Adorei seu blog. beijos

Kathleen Macedo disse...

Querida Carol,

Eu olhei o e-mail que enviei, mas ele é uma resposta ao não que levei e é muito dramático, estava ligado ao contexto.

Você deve escrever para este endereço: scavi@fsp.va

O e-mail inicial que eu enviei foi o abaixo, mas pela época do ano ser movimentada, minha visita foi negada e eu tive de caprichar mais no pedido (vc está indo na mesma época, capriche):

ATT.: Fabbrica di San Pietro

Excavations Office


Good morning,


We are a catholic and devoted couple from Brazil and kindly would like to request a special permission to visit the necropolis underneath the Basilica. It will be a great honour for us to visit this unique historical and archaeological site and it will be a life time experience for us.



Number of participants – 02 persons


Names of participants –


Language requested – English or Portuguese


Possible dates -


E-mail address –


Complete postal address:

Best Regards,


Kathleen Macedo

Sabrina Moraes disse...

Olá Kath! Parabéns pelo blog... Maravilhoso!
Estou com uma grande dúvida, pode me ajudar? Consegui permissão para visitar a necrópole, mas agora não sei se este bilhete já me da direito a visitar todo o restante do Vaticano, ou se devo comprar mais um bilhete a parte. Como você fez?
Muito obrigada!!! Bjs
Sabrina

Kathleen Macedo disse...

Sbrina, desculpe a demora em responder, estou muito na correria. Parabéns por ter conseguido a necrópole, ótima escolha. Você precisa comprar o ingresso para o museu do vaticano, compre online para escapar da fila enorme que se forma lá. Sobre o resto do Vaticano, consiste na praça São Pedro e a Basílica de São Pedro, que são locais abertos ao público e que não cobram entrada. Ao sair da necrópole, você já cairá direto na entrada da Basílica, então, nem terá fila. Boa viagem, curta muito, será maravilhoso!!!

Patricia disse...

Tou pra morrer... Recebi ontem a resposta que nas datas em que vou estar em Roma, início de Outubro já não há mais vagas... :( e eu implorei uma segunda vez e nada.. Não vamos mesmo conseguir.. :(
Bjs

Robson Lages disse...

Kathleen,
muito obrigado pela sua postagem, mesmo de 2011 está muito atualizado, e graças a esta postagem, consegui agendar para ir na Necrópole, mesmo faltando somente 45 dias para viagem e o melhor, consegui em Português.
Agora é só aproveitar e ver o que me espera!

Parabéns pelo blog e muito obrigado!